Bits, Bytes, You & Art - your space in the Web!!!  Clique aqui e acesse minha homepage!!! Você vai gostar!!! www.verinha.de voltar a "Tudo sobre Windows" apostila p. 1  apostila p.2 apostila . 3 apostila pag. 4 apostila p. 5 apostila p. 6

 

 

LIXEIRA (Recycle bin)

 

Nas versões do DOS e do Windows anteriores ao Windows 95, quando você mandava apagar um arquivo era praticamente impossível recuperá-lo. Na versão 3.X existia o comando UNDELETE, que permitia recuperar em alguns casos alguns arquivos deletados, desde que nada houvesse sido gravado sobre os mesmos.

A partir do Windows 95, a tarefa de apagar arquivos tornou-se menos problemática. Isto porque, de acordo com o padrão do Windows os arquivos apagados vão automaticamente para a Lixeira até ocupar um certo percentual do HD (por “default”, 10% do mesmo).

As configurações da Lixeira podem ser feitas da seguinte forma:

Com o botão direito do mouse, clique sobre o seu ícone. Em propriedades, será possível mudar o padrão de 10% de espaço ocupável (através daquele controle deslizante),  além do que você poderá desativar a Lixeira, clicando sobre a caixa “Não mover os arquivos para a Lixeira. Remover os arquivos imediatamente quando forem excluídos” ( isto significa mandar seus arquivos para “o espaço” sem possibilidade de recuperação, o que poderá redundar em sérios aborrecimentos posteriores). Pelo amor de Deus, não façam isto, caros alunos!

E ainda ser-lhe-á possível desativar aquela preciosa mensagem de alerta “Você deseja mesmo enviar o arquivo tal para a Lixeira?”. Para tanto retire a marca da caixa “Exibir caixa de diálogo de confirmação de exclusão”. É outra coisa que desaconselho totalmente. Sempre é bom repensarmos o que estamos fazendo.  

  E como recuperar os arquivos deletados?  

 

É muito simples. Abram a Lixeira, selecionem[1] o (s) arquivo (s) que desejam recuperar, e no menu arquivo, cliquem sobre Restaurar.

 

E se eu quiser esvaziar a Lixeira, para liberar espaço em meu Winchester?...

Vale lembrar que o próprio Windows faz a deleção automática dos arquivos quando atingirem a capacidade estipulada. No entanto, em alguns casos eles podem “roubar” o desempenho de seu HD, principalmente quando ele estiver muito cheio – o que poderá prejudicar a chamada memória virtual.[2]

Nestes e em outros casos, você poderá mandar esvaziar a Lixeira. Veja primeiramente se realmente deseja excluir todos os arquivos lá contidos. Caso contrário, selecione e restaure aqueles que deseja recuperar, antes de proceder à limpeza da Lixeira.

Como fazer?... Muito simples. No menu arquivo, mande “Esvaziar Lixeira”. Não parece tão complicado, não é?...

 

   

 

ACESSANDO O PROMPT DO MS-DOS

 

Clique em Iniciar ® Programas ® Prompt do MS-DOS.

Aqui você poderá lembrar-se dos velhos comandos que usava na telinha preta.

Pode-se trabalhar no MS-DOS em tela cheia ou em janela. Para alternar entre um modo e outro, pressione ALT + ENTER.

Pode-se escolher as fontes, se você estiver trabalhando em janela.  Na barra de ferramentas, logo abaixo da barra de títulos, existe um “menu drop down, onde por definição aparece a configuração “auto”. Este menu refere-se à configuração de fontes.

À esquerda, existem outros botões: marcar, copiar, colar, tela inteira, propriedades, segundo plano e fontes. Possivelmente por algum erro do programa, tanto o botão propriedades quanto o referente a fontes abrem uma mesma caixa de diálogo, sendo diferente somente a guia que é apresentada primeiro. E aqui não entraremos em detalhes, pois as configurações são em geral bastante complexas, ultrapassando o escopo de nosso curso.

O que poderemos configurar aqui são as fontes, e na guia Misc poderemos agilizar o processo de cópia e colagem, se marcarmos a opção “edição rápida”, logo abaixo da palavra Mouse. Caso contrário, primeiro precisaremos marcar o texto a ser copiado ou colado para depois efetuar a operação. Abaixo um trecho que copiei da ajuda do próprio Windows.

 

·        Para selecionar um texto arrastando o ponteiro sobre uma área selecionada, clique no ícone do MS-DOS, clique em Propriedades, na guia Misc, marque a caixa de seleção Edição rápida e, em seguida, clique em OK.

·        Você não pode colar texto em uma janela do MS-DOS ou em um programa baseado no MS-DOS quando ele estiver em execução em uma tela inteira.

   

Para quem está familiarizado com os comandos do MS-DOS, pode treinar um pouquinho e matar as saudades. No entanto trata-se de um símile do DOS, e não do DOS “verdadeiro”.

Experimente digitar VER (comando do DOS que indicava a versão). E veja o que aparece.

Bem, e afinal como fazemos para sair do Prompt? Existem duas maneiras – digitando exit (saída, em inglês) ou clicando sobre o botão fechar, se estiver trabalhando em janela.

 

 

 

PERSONALIZANDO O MENU INICIAR

 

Vamos agora aprender a adicionar e remover programas do menu iniciar, além de renomeá-los. Note que nem tudo que aparece no menu iniciar está realmente instalado em seu computador, e podem existir programas que simplesmente não aparecem no menu iniciar (ou porque os “atalhos” foram removidos ou por que não foram instalados). Sim, por que o que aparece neste menu são apenas atalhos, caminhos, para que se acesse os programas. Como outros tipos de atalho que conheceremos, como os que existem na desktop.

Para adicionar ou remover programas no menu iniciar, clique em Iniciar ® Configurações ® Barra de Tarefas e Menu Iniciar. Na caixa de diálogo que aparece, clique na guia Programas do Menu Iniciar ® Adicionar. Aparecerá um local para você digitar o caminho no MS-DOS onde encontra-se o programa ou arquivo que deseja incluir no seu menu. Se preferir digite-o, mas eu diria que é bem mais fácil clicar em procurar. Aparecerá uma janela parecida com a do Explorer, onde você verá todas as pastas, subpastas e arquivos contidos em seu HD. Localize o arquivo que deseja adicionar ao Menu Iniciar (normalmente colocamos nele arquivos de programas, com a terminação EXE, mas nada impede que opte por incluir um documento texto em seu menu. É uma escolha pessoal).

Após selecioná-lo (o arquivo executável, por exemplo), aparecerá outra janela com a linha de comando. A seguir será necessário selecionar uma pasta para inserir o atalho, e por fim dar um nome ao mesmo. Dê um nome bem “bobo”, para que fique claro que trata-se de um treino. Por exemplo, “bobagem”. Dê OK e pronto.

Agora você pode testar, procurando seu novo atalho no menu iniciar.



[1] Para selecionar um arquivo, clique sobre ele. Para selecionar vários arquivos não adjacentes, mantenham a tecla control pressionada enquanto selecionam

[2] Vide item sobre memória virtual.

 

Clique aqui para imprimir

 

 VOLTAR     AVANÇAR

 

Bits, Bytes, You & Art - your space in the Web!!!  Clique aqui e acesse minha homepage!!! Você vai gostar!!! www.verinha.de voltar a "Tudo sobre Windows" apostila p. 1  apostila p.2 apostila . 3 apostila pag. 4 apostila p. 5 apostila p. 6

Dicas para mecanismos de busca, google: apostila de windows dicas de windows para iniciantes windows 98 Meu computador lixeria meus documentos internet explorer ambiente de rede barra de tarefas Quick Launch barra de início rápido janelas minimizar maximizar restaurar fechar menu iniciar reiniciar, reiniciar em modo ms-dos colocar o computador em modo de espera executar ajuda localizar configurações painel de controle documentos favoritos programas logon logoff personalização da área de trabalho por vários usuários lixeira recycle bin esvaziar a lixeira como acessar o prompt do ms dos personalizando o menu iniciar criando e deletando atalhos, renomear atalhos, personalizar o plano de fundo e protetor de tela screen saver aparência dos elementos do windos esquema de cores criando um perfil de usuário insira um nome digite uma senha selecione os ítens que deseja personalizar excluir usuários inicialização ao windows 98 tutorial de windows windos básico apostila de windows windows passo a passo senha do windows deixe em branco tutorial informática